Tag Archives: saladas

Super-Semente #1 – Maionese de Linhaça

24 Jul

Maionese de Linhaça

Maionese de Linhaça (para a quantidade igual à taça da foto)

1/4 chávena de chá de sementes de linhaça
1/4 chávena de chá de água
Sumo de 1/2 limão
1/2 chávena de azeite
Sal e pimenta a gosto

Demolhar a linhaça de véspera na quantidade de água indicada na receita. Colocar no frigorífico. Juntar os ingredientes todos numa trituradora e esperar que a magia aconteça, ou seja, triturar até ficar com aspecto de maionese!
É delicioso como molho a acompanhar batatas fritas, corgettes fritas, ou como molho em saladas ou em tortilhas! É delicioso, mágico e muito mas mesmo muito saudável! Experimente!

Nos últimos tempos muito se tem falado sobre as sementes de linhaça, principalmente porque alguns estudos já demonstraram que estas sementes realmente ajudam a emagrecer. Porém, a semente do linho faz muito mais do que isso, os benefícios para quem consome são inúmeros, e ela é indicada não só para pessoas que querem perder peso, mas também para diabéticos, e para quem sofre de tensão pré-menstrual.
A linhaça contém fibras que ajudam a regularizar as funções do intestino e ajudam na saciedade, regula os níveis de açúcar do sangue, controlando a glicémia e fortalece o sistema imunológico.
Graças a uma substância funcional chamada lignana, a linhaça ajuda a melhorar os sintomas da tensão pré-menstrual ajudando a aliviar dores, tensões e desconfortos.

As sementes podem ser utilizadas em iogurtes, saladas, sumos, vitaminas, misturada com cereais, massas de pães e bolos.
Também pode substituir o óleo ou gordura utilizada numa receita. Por exemplo, se uma receita pedir 1/3 chávena de chá de óleo, substitua por 1 colher de sopa de semente de linhaça moída.

E como nós no ERVADANINHAS somos muito gulosos mas pensamos  primeiro na nossa saúde, apresentamos a maionese de linhaça, para substituir todos aqueles pratos deliciosos onde a maionese nos faz perder a cabeça!

 

Sim sou uma erva daninha # 1

22 Jun

Ora como o nome indica, nós gostamos, adoramos, amamos muito ervas daninhas! Porquê? (perguntam vocês)
Porque é que gostam de algo que nasce onde não deve, dá imenso trabalho a arrancar, e ás vezes ainda pica os braços e pernas ?  Ora bem, nós gostamos tanto delas porque muitas das plantas utilizadas na Medicina Natural são ervas daninhas, o que significa que são um presente da nossa mãe Natureza. Um presente não. Uma borla! Sim são de borla, grátis, free. E como é que podemos não gostar de algo que nos cura das nossas doenças, cuida da nossa pele e cabelo, que ainda por cima é de graça? Poupança! €€€! Adoramos! ❤ ! E para vocês também gostarem tanto daquelas lindas ervas que nascem no meio do jardim, ou crescem no vaso, ou que estão espalhadas pelas estradas e matos do nosso Portugal, o ERVADANINHAS apresenta a rubrica: Sim eu sou uma erva daninha! e depois?

E depois fazemos chá! Que é para isso que elas servem!

Ora então vamos apresentar erva daninha # 1: Dente-de-leão!

Dente-de-leão

O Dente-de-leão é uma planta vivaz, com flores amarelas e capítulos globosos de sementes que o vento ou o nosso sopro dispersa! Na Medicina Natural é conhecida pelos seus efeitos terapêuticos sobre o fígado e os rins.
Todas as partes das plantas podem ser utilizadas: folhas, flores e raízes. A folha exerce uma forte acção diurética e reduz a retenção de líquidos e ajudar na eliminação de toxinas. A raís estimula a digestão, promove a secreção biliar e tem um efeito laxativo muito suave.

Para aproveitar todos os benefícios desta linda e conhecida erva daninha, colha a planta toda incluíndo a raiz na Primavera, deixe secar ao sol ou no forno .Beba 3 chávenas de chá no máximo por dia e para 1 litro de água ferva 2 a 3 colheres de sopa da planta.
As folhas podem ainda ser usadas cruas em saladas, cortadas em pedaços pequenos ou cozidas tal qual como se fossem espinafres.

Tenha cuidado para não apanhar ervas daninhas em locais onde possam ter sido utilizados herbicidas ou outros tipos de venenos prejudiciais à saúde.

O ERVADANINHAS deixa-lhe a primeira dica para o Verão: barriga lisa e menos celulite a custo zero, com a ajuda de ervas daninhas, neste caso o fabuloso dente-de-leão.

Fantástico e barato não?